domingo, 13 de abril de 2008

Os Caminhos da vida...


Os caminhos da vida
Não me levam conforme eu queria.
As estradas do meu coração
Fazem tantas curvas.
Percorro o caminho da solidão,
Desamparada, triste, inconsolável. Não sei o que fazer,
O céu desabou sobre mim,
O mundo me deu as costas.
O medo da caminhada,
O medo de olhar pra frente,
Tudo me consome.Não há ninguém
Olhando por mim
O egoísmo me apossou.
A minha companheira é a dor.
Como são obscuros os caminhos da vida.
Como somos egoístas em tanto querer.
Como não temer?
Os abismos que nos esperam.
Como sonhar?
Se a cada passo há uma pedra
E em cada flor, um espinho.
Quando e como alcançaremos a verdadeira felicidade?"

(Desconheço o autor)

Um comentário:

te disse...

muito lindo aqui esta de parabens um grande abraco de baby of oriente a vcs do brasil